Esplendor Brasil

Rosea Nigra

Vozes do Paraná 2

Esta coleção, retratos de paranaenses, escrita pelo jornalista Aroldo Murá G. Haygert, resgata um estilo jornalístico-literário que estava quase caindo no esquecimento, no Paraná. O ato franco de escrever sobre pessoas vivas.Pessoas que ajudaram a construir a história do estado e do Brasil.

  Este livro retrata paranaenses ilustres, na cultura, economia e  política, que ajudaram a construir a história do estado e do Brasil. Arbor bona fructus bonos facit - A boa árvorebons frutos. Nada melhor do que este conceito universal tão conhecido para resumir o excelente trabalho do jornalista Aroldo Murá Gomes Haygert, ao lançar  Vozes do Paraná – retratos de paranaenses II. Em uma frase, este livro, que traz bem-traçadas e emotivas biografias de mais 18 paranaenses ilustres, é um trabalho profícuo retratando vidas profícuas. 

 

Na condição de homem maduro e de jornalista experiente, mas imbuído da generosidade e do espírito despretensioso que marca a sua personalidade, Aroldo Murá mergulha na vida de seus biografados com a tranqüilidade de um maestro clássico. Com sua escrita fluente e equilibrada, transita os tempos históricos com uma afinação perfeita: não se sobrepõe à importância dos fatos, mas também não deixa de tirar méritos da sombra e destacar, com coragem, características pessoais que mais lhe impressionaram, no seu convívio pessoal ou profissional com os retratados.

 

Uma visão apurada

 

Esta coleção, que começou em 2004, com biografias publicadas originalmente na revista Idéias, da Travessa dos Editores, e reunidas no livro Vozes do Paraná – retratos de paranaenses, publicado em 2008, resgata um estilo jornalístico-literário que estava quase caindo no esquecimento, no Paraná. O ato franco de escrever sobre pessoas vivas. Com justeza e candura, ao mesmo tempo. Olho no olho. Isto requer distanciamento crítico e perspicácia apurada – atributos que sobram ao jornalista-escritor.

 

 

Muito antes de escrever estas coletâneas biográficas, o jornalista já se dedicava ao projeto Memória do Paraná criado pelo Banco Bamerindus (hoje HSBC), nos anos 1980. Nesta mesma linha, em 2007, criou o projeto Memória Paranaense para o Grupo Educacional Uninter. São depoimentos ao vivo de personalidades paranaenses, gravados em mídia digital para TV, que permanecerão nos acervos históricos da instituição.

 

Com este mesmo estado de espírito, Aroldo Murá prova neste livro, mais uma vez, que é um paranaense de coração, corpo e alma, embora gaúcho de nascimento. Aqui, nas terras dos pinheirais, fez sua vida, dando sempre bons exemplos de caráter, amizade e generosidade. E espalhando muitas sementes, que já germinaram, de sua crença de que é possível construir uma humanidade mais justa e solidária. A boa árvorebons frutos - Arbor bona fructus bonos facit.

voltar

Confira algumas imagens do livro.