Esplendor Brasil

Rosea Nigra

Alimentos Orgânicos no Brasil

O primeiro livro a retratar o mercado de orgânicos no País, Alimentos Orgânicos no Brasil – História, Cultura e Gastronomia (Editora Esplendor, 2013), será lançado, em âmbito nacional, no início de junho, em Curitiba. Este livro de luxo, com 150 fotografias, demandou um ano e meio de pesquisas e viagens por todo o Brasil.

       Do campo à alta gastronomia, livro inédito retrata produção de alimentos orgânicos no País

      “Por ser um fenômeno muito recente, a agricultura orgânica brasileira tem uma bibliografia incipiente e os números consolidados do setor ainda estão sendo construídos”, conta Eduardo Sganzerla, que foi editor e diretor da “Gazeta Mercantil”. “Por isso, a matéria-prima substancial deste livro é a experiência direta, dos pequenos produtores e de quem vivencia o dia a dia orgânico em outras esferas. Somente a partir de janeiro de 2011, quando entrou em vigor a lei que regulamentou o setor, os produtos vendidos passaram a ter a obrigatoriedade do selo do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SISOrg)”, diz ele.
            Em campo, os jornalistas foram atrás da primeira experiência orgânica do Brasil – a Estância Demétria, em Botucatu (SP), surgida em meados dos anos 1970 e ainda muito saudável e produtiva. A partir dali, percorreram o País de Norte a Sul.
Do arroz biodinâmico gaúcho ao açaí paraense; com escalas no pitoresco café de jacu na serra capixaba e na pioneira fazenda de ostras e camarões orgânicos do litoral do Rio Grande do Norte; passaram também pela terra da maçã, em São Joaquim (SC) e visitaram diversas pequenas propriedades-modelo do Paraná, entre tantas histórias saborosas e de grande valor humano.
De quebra, o livro traz um panorama atual do setor no Brasil – daí sua importância como documento –, com a fala exclusiva dos principais representantes das certificadoras, governo federal e do mercado. Além disso, desvenda as diferenças entre produtos orgânicos, biodinâmicos ou de outras correntes agroecológicas e esmiuça todos os processos de certificação aceitos no País.
           

Claude Troisgros e Marcelo Amaral na gastronomia orgânica


             O livro dedica o seu último capítulo à gastronomia, trazendo, na abertura, uma entrevista exclusiva com o renomado chef franco-brasileiro Claude Troisgros, que narra a sua experiência com os orgânicos e é categórico: “Usar produtos orgânicos, é quase obrigação, para um chef de cozinha.” E diz mais: “Os ingredientes e produtos orgânicos são uma verdadeira explosão de aromas e sabores”.
            Marcelo Amaral, proprietário e chef do premiado bistrô Lagundri, de Curitiba, preparou uma série de receitas exclusivas para o livro, com base em alimentos orgânicos – que já estão na base de sua culinária de raízes tailandesas, mas cada vez mais pronunciado sotaque caiçara. Ele reforça o que disse o Troisgros: “Eu fui atrás dos orgânicos pela qualidade dos produtos – a diferença, ante os convencionais, é incontestável. Mas na esteira veio a percepção da importância de valorizar o pequeno produtor. É uma obrigação, diria que é o lado espiritual da coisa”.
           

voltar

Confira algumas imagens do livro.