Esplendor Brasil

Rosea Nigra

LANÇAMENTO

Novo livro de Eduardo Sganzerla, que trata da educação alimentar dos filhos,conquistou em Paris um dos nove prêmios no famoso Gourmand World Cookbook Awards.

 

“Comida de Tradição para Crianças”, um livro que resgata a memória culinária e debate a alimentação infanto-juvenil.

O jornalista e escritor Eduardo Sganzerla lançou, neste mês, o livro “Comida de Tradição para Crianças”. O livro resgata a memória culinária de uma geração de mães e avós e traz a opinião de especialistas sobre as questões que mais influenciam, na atualidade, a educação, o comportamento e a alimentação infanto-juvenil. Ao todo, apresenta 37 receitas que representam história e tradição de muitas famílias. 

O autor mostra, no livro, que uma das grandes preocupações dos pais de hoje é conseguir que seus filhos se alimentem bem e corretamente. Num mundo onde prevalece na TV e outras mídias o padrão alimentar da indústria e do fast-food, no entanto, diz o jornalista, está cada vez mais difícil a relação entre pais e filhos, quando se trata de se sentar à mesa. Quem perde mais são as crianças e os jovens, afirma Sganzerla.

“O assunto da alimentação dos filhos é bastante complexo, porque envolve fatores econômicos, sociais e culturais. É certo, no entanto, que a o estilo de vida urbana atual está degradando os laços familiares e influenciando negativamente os hábitos alimentares de pais e filhos”, diz o jornalista, lembrando a opinião dos especialistas que constam do livro.


Acervo culinário

 Além da autêntica culinária de uma geração de mães e avós, “Comida de Tradição para Crianças” procura resgatar outras memórias da arte de cozinhar, que representam a nossa própria história. “Pela sua riqueza, esse acervo culinário é um grande incentivo para a boa alimentação das crianças de hoje”, afirma ou autor.

Como ocorre a formação do gosto alimentar da criança? O aleitamento materno educa ou não o paladar do recém-nascido? Como proceder com as crianças diante da cultura do fast-food? O que recomendam os especialistas para combater a obesidade infantil? Como conservar as tradições culinárias das famílias? Estas e outras questões muito atuais são debatidas no livro por professores, pediatras, nutricionistas, chefs de cozinha. Hoje, a crescente obesidade infantil é a maior preocupação de todos. 

O livro também tem seu lado afetivo. Na segunda parte, mães, avós e chefs de cozinha recriaram pratos de sua infância e falam das lembranças de suas memórias gustativas. Além disso, são apresentadas receitas consagradas de várias partes do mundo, fáceis de fazer, para que as crianças conheçam e as comparem com a nossa cultura. Ao todo, são 37 receitas de saladas, sanduíches, pratos quentes e sobremesas.

O livro foi viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura de Curitiba, com incentivo do Grupo Positivo.

O autor do livro, Eduardo Sganzerla, 51 anos, é jornalista e escritor. Foi repórter e redator da “Folha de São Paulo” e editor e diretor da “Gazeta Mercantil”. Entre os livros que publicou, estão “Caminhos que Levam para o Norte” (2001), “Culinária Paranaense” (2004) e “Mercado Municipal de Curitiba” (2005). Este é o quinto livro do autor.


voltar

Confira algumas imagens do video.