Esplendor Brasil

Rosea Nigra

Culinária Ucraniana no Brasil

Existem hoje, no Brasil, 400 mil ucranianos e seus descendentes, dos quais 80% vivem no Paraná. Em suas casas e clubes, especialmente na Páscoa, a religiosidade e a culinária típica ganham destaque. Tradições que revelam a alma deste povo. Este livro pretende mostrar o melhor desta gastronomia.

           Muitos historiadores dizem que a culinária é o último refúgio da cultura de um povo. Esta constatação é bastante válida para a culinária ucraniana trazida pelos imigrantes ao Brasil, e principalmente ao Paraná, que aqui chegaram pela primeira vez, no final do século XIX.

          Ao emigrar para o Brasil, este povo, que sofreu muitas perseguições na sua terra natal, a Ucrânia, transformou suas tradições culinárias num dos elementos mais fortes e sagrados de sua cultura.

         Como é possível ver hoje, isto ajudou e muito a preservar seus costumes, no Brasil. Depois de quatro gerações, dá para afirmar que a culinária ucraniana é uma das mais preservadas no país, dentre todos os costumes alimentares dos povos que imigraram da Europa.

Mostrar estas tradições ucranianas e resgatar a história das influências paranaense e brasileira, nos costumes alimentares desses imigrantes e seus descendentes, com toda a riqueza dos ingredientes, aromas sabores e modos de fazer e conservar os alimentos, é o objetivo do livro "Culinária Ucraniana no Brasil".

 

Muitos aromas e sabores

 

Colorida e pouco condimentada, a culinária ucraniana, está espalhada pelas regiões que moram os imigrantes e seus descentes, especialmente no Paraná e Santa Catarina.

A começar pelo pão preto de centeio; o khrin (raiz forte) e o pepino azedo, curtido na folha de parreira; vários tipos de borstch (sopa com legumes, carne de gado e beterraba, acompanhados de pãezinhos pampuchke e molho à base de alho); os muitos varenykys (pastel cozido recheado); molhos de buriak (beterraba), muitos pratos de batatas, carne de porco à vontade, carne bovina cozida e peixes recheados.

Tudo com a obrigatória presença de smetana (creme de leite), salo (toicinho moído, em fatias ou em pasta com alho) e petrushka (salsa), o trio de ouro da culinária ucraniana, no seu país de origem e no Brasil.

Dá para concluir que a etnia ucraniana é uma das que mais expressa a alma do paranaense. E as suas tradições culinárias são as que de fato revelam esse estado de espírito.

O livro Culinária Ucraniana no Paraná vai mostrar tudo isso, com a riqueza de suas texturas, aromas e sabores.

 

 

O livro "Culinária Ucraniana no Paraná", com tiragem de 2 mil exemplares, terá as seguintes características técnicas:

formato 21 x 30 cm, 4x4 cores, sendo 96 páginas.

Estão previstas a publicação de pelo menos 100 fotografias.


'



voltar

Confira algumas imagens do video.